Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (48) 3539-5065

Encontre o que deseja

NO AR

Rádio Catarina FM

    Policial

Caso Brenda: Assassino confesso alega vingança

Publicada em 18/09/19 as 09:40h por https://agorasul.com.br/ - 545 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Contra o Crime / Divilgação)

A Polícia Civil do Vale do Araranguá não mediu esforços e após três dias de intenso trabalho, elucidou o homicídio da adolescente Brenda Rocha Carvalho, de 14 anos, que desapareceu no final da tarde da última sexta-feira, dia 13, em Maracajá, tendo o corpo localizado na localidade de Furacão, no interior de Passo de Torres, por volta das 8 horas da manhã de sábado, dia 14.

A adolescente foi brutalmente assassinada com dezenas de golpes de faca e, desde então, uma força tarefa foi montada para esclarecer o crime. Nesta terça-feira, dia 17, agentes da Polícia Civil do Vale, com apoio de quatro delegados, prenderam o marceneiro Jeferson Quadros Peres de 30 anos, que se intitulava namorado da mãe da adolescente. Ele foi preso em um posto de saúde em Torres, no Rio Grande do Sul, após tentar suicídio ingerindo veneno de rato.

Após a prisão, Jeferson levou os policias até o local onde teria escondido a faca utilizada no crime, o veículo Celta que ele utilizou para abandonar o corpo e as vestes usadas no dia do crime. Os materiais foram apreendidos e serão periciados. A faca apresentava a falta de um rebite, o qual foi encontrado ao lado do corpo de Brenda. Já o celular da vítima não foi encontrado.

“Vingança”. Foi o que alegou o autor confesso do assassinato brutal da adolescente. O criminoso, que já teve um relacionamento com a mãe da vítima, disse aos policiais que não se conformava que a mulher teria outros relacionamentos e, por isso, assassinou cruelmente a filha.

Conforme o delegado Lucas Fernandes da Rosa, coordenador da Divisão de Investigação Criminal de Araranguá, aproveitando-se do fato de conhecer a vítima, o autor, usando o pretexto de conversar com Brenda sobre a mãe dela, chamou a menina, que recém saia da manicure, em Maracajá, para entrar no carro, um Corsa, de cor verde. Dali ele levou Brenda até Passo de Torres onde a agrediu e a esfaqueou.

O assassinato foi tão cruel que a vítima teve os dentes quebrados e afundamento de crânio, além de ter recebido dezenas de facadas. A polícia trabalha com a possibilidade de Brenda ter ainda sido agredida dentro do veículo.

O assassino confesso chegou na sede da DIC de Araranguá por volta das 22h30min sob gritos de “assassino”, ditos pelo pai de criação da menina, que estava aos prantos. A Polícia Civil irá pedir a conversão da prisão temporária para preventiva à Justiça e, então, concluir o inquérito policial após outras formalizações, como perícia, por exemplo.

Os delegados, André Coltro e Diego de Haro, também participaram da coletiva de imprensa realizada na delegacia.

Jeferson foi com a mãe de Brenda até a Central de Plantão Policial de Araranguá na manhã de sábado para registrar o boletim de ocorrência de desaparecimento, foi até o IML fazer o reconhecimento do corpo e ainda compareceu no velório.

Fonte: https://agorasul.com.br/caso-brenda-assassino-confesso-alega-vinganca/






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 (48) 3539-5065

Visitas: 271987 |  Usuários Online: 40

Todos os direitos reservados